segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Frango com Requeijão do Sr. Julio



Olá! Antes que chegue definitivamente o natal, gostaria de compartilhar uma receita de família, feita pelo melhor pai do mundo, o Seu Julio, meu pai!!! Essa receita o meu pai já faz a muitos anos e é sucesso sempre!!! 
É um prato simples e muito saboroso. Perfeito para essa época onde temos tantas ocupações e coisas para fazer. É só montar a receita e levar ao forno, muito simples e prático!
Fica muito bom acompanhado de arroz com amêndoas e uma boa salada!!!
Bom, vamos lá que não temos tempo a perder!!!
Um grande abraço e até a próxima!!!



FRANGO COM REQUEIJÃO DO SR. JULIO

Ingredientes:
2 peitos de frango (aprox. 1 Kg)
1 copo de requeijão
Leite integral (o quanto baste, aprox. 1/2 litro)
Farinha de rosca (aprox. 4 colheres (sopa) rasas) 
100 g de queijo parmesão ralado
sal temperado*

Preparo:
Temperar o frango com sal temperado (1 colher (sopa) de sal para cada Kg de frango). Se tiver tempo, deixe o frango temperado na geladeira por pelo menos 1 hora para que absorva bem o tempero. 
Cortar o peito de frango em pedaços grandes (4 partes). Colocar em um refratário e sobre cada peito de frango faça uma camada generosa de requeijão. Encher o refratário com o leite até cobrir a carne. Polvilhar a farinha de rosca e o queijo ralado sobre o conteúdo do refratário.
Levar ao forno pré-aquecido, 200 °C, até dourar e o frango estar cozido. [faça o teste na carne com o auxílio de uma faca].
Sirva acompanhado de arroz de amêndoas, ou arroz comum e uma salada de sua preferência.





Obs:
1. Para fazer o sal temperado; Coloque no liquidificador o sal fino comum e temperos da sua preferência (orégano seco, tomilho, alecrim, sálvia, raspas de limão, ...) Bata tudo até que fique bem moído como uma farinha. Deixe a poeira de dentro do liquidificador baixar e então abra a tampa do mesmo. Utilize em seguida e o restante guarde em um vidro bem fechado.  
2. Se não quiser fazer o sal temperado, pode-se utilizar tempero pronto, ou mesmo sal temperado que se encontra facilmente no supermercado. 



segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Naked de Natal


Olá amigos!
Esses dias me inspirei e resolvi cozinhar em dois dias o que não cozinhei ao longo de meses. Me empolguei e junto trouxe meu marido comigo. Passamos um domingo inteiro com a barriga no fogão... mas como foi bom e produtivo!!! Fiz doce, fiz salgado e congelei quase tudo!!! Me sinto como as formiguinhas, satisfeita com meu estoque feito. Para elas a preocupação não é ser prático e sim ter estoque, mas essa "formiga" aqui, além de estoque gosta de vida prática!!! E agora meu dias estão verdadeiramente mais práticos na hora das refeições, principalmente ao meio-dia.
Ok! Formiga feliz!... Só que, ainda mais feliz por causa desse bolo divino!!! Divino na apresentação e no sabor! Fala sério se só de olhar já não dá vontade de cair de boca?! Porém essa "belezura" quase que fica só na minha imaginação e não vem a existir... Tudo começou com a ideia da torta de sorvete da postagem anterior. Eu precisava de pão-de-ló para fazer o recheio da torta. Foi aí que fiz o pão-de-ló, o qual foi acrescentado de avelãs trituradas por causa de uma outra receita de torta de sorvete de avelã e brigadeiro (que em breve vai aparecer por aqui). Fiz o bolo em duas formas e um disco cortei em dois para utilizar na receita... sobrou um disco de bolo que seria cortado ao meio e mais meio do outro bolo. Fiquei olhando para aquele bolo e quase desisti de recheá-lo pois pensei: "Isso vai ficar tão baixinho e sem graça que nem vale a pena..." Pois já havia imaginado na minha mente o naked cake que eu queria fazer e pensei que com camadas muito finas de bolo ficaria ridículo. Guardei o bolo bem fechadinho e levei um tempo até me decidir fazer.  Depois resolvi fazer, pois ainda que não ficasse bonito, ao menos gostoso eu sabia que ficaria... E para minha surpresa, ficou perfeito!!! Tinha que ser assim... Fiz novamente o bolo com camadas mais grossas e concluí que a primeira versão estava realmente perfeita!


Agora é que fica a questão: assar o bolo em duas formas e fazer o quê com a metade de um dos bolos? Uma camada a mais?! Já não é o mesmo bolo, ah, não é mesmo! Mas ainda assim é possível... só que tem que ser mais uma camada de chantilly e frutas... Outra opção é assar em uma forma um pouquinho maior e cortar em três fatias. Mas decidam por si mesmos, afinal a receita que a gente faz tem que ser como queremos e não como os outros dizem!!!
Eu vou continuar fazendo como a primeira versão que ficou muito boa e que fez suspiros de alegria surgirem em minha casa!!! Isso não têm preço!!! Achei uma graça o pensamento da minha filha: "Oh, mãe! Como que você pode ser uma pessoa tão simples e fazer uma coisa tão boa como essa?" Fala sério se não dá vontade de dar umas "mordidas" nela de tão fofa!!!
Bom, é isso! Natal é época mesmo de estar com quem se ama e dividir coisas boas com elas. Na verdade procuro fazer isso durante todo ano, mas no natal o gostinho é especial!!!
Um grande beijo a todos e uma ótima semana!!!!



NAKED CAKE DE NATAL

Ingredientes:

Massa:
4 ovos
115 g de açúcar
125g de farinha de trigo
80 g de avelãs levemente tostadas e moídas (quase uma farinha)
1/2 colher (sopa) de fermento em pó.

Recheio de chocolate
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite UHT
100 g de chocolate amargo ou meio amargo
1 colher (sopa) de cacau em pó (pode usar chocolate em pó)
1 colher (sopa) de manteiga.

Recheio de chantilly e frutas vermelhas
1 xícara (chá) de creme de leite fresco ou nata bem gelada
3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro
1/4 colher (sopa) de essência de baunilha
+/- 15 g de chocolate preto ralado
+/- 15 g de chocolate branco ralado
morangos cortados ao meio (no comprimento) - quase uma caixinha (o que sobrar use na decoração)
8 cerejas sem caroço cortadas em quatro.

Decoração
creme de chocolate
morangos
cerejas
amoras
chocolate branco e preto ralado
folhas de hortelã

Preparo:

Massa:

Pré-aquecer o forno a 180 ºC.
Bater os ovos com o açúcar por 20 minutos. Acrescentar aos poucos a farinha peneirada com o fermento e as avelãs moídas. Misturar mexendo de baixo para cima (para não perder o ar da massa). Transferir a massa para a assadeira forrada com papel manteiga no fundo. (Se for possível utilize uma assadeira de fundo removível). No meu caso, coloquei a massa em duas formas n° 20 e levei para assar ao mesmo tempo. se quiser fazer em uma só forma para depois cortar em três fatias sugiro utilizar a forma n° 24.
Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos, ou até que espetando o palito ele saia sequinho.
Retire do forno e deixe esfriar sobre uma grelha. Desenforme só depois de frio.
Recheio de chocolate:
Sugiro fazer esse recheio no dia anterior para que ela possa descansar e tomar a consistência correta.
Em uma panela de fundo grosso, coloque o leite condensado e o creme de leite. Mexa bem até que misture completamente. Em seguida acrescente o cacau em pó peneirado e misture bem. Adicione a manteiga e o chocolate picado.
Ligue o fogo e cozinhe mexendo sempre até que tenha consistência de mingau ralo. Como brigadeiro de copinho.
* Se passar do ponto, adicione mais creme de leite, mesmo depois de pronto. Pois não pode ser muito duro para colocar no bolo.
Depois de pronto, retire da panela e transfira para uma travessa de vidro e deixe esfriar. Só então leve à geladeira para esfriar bem e adquirir consistência.

Chantilly com frutas

Deixe o creme de leite na geladeira de um dia para o outro para que esteja bem gelado. se quiser deixe também no congelador por 10 minutos. 
Em uma tigela coloque o creme de leite e bata até que comece a adquirir consistência. Pare de bater para adicionar o açúcar e a baunilha. Continue batendo até o ponto de chantilly. Tenha cuidado de não bater demais, quando estiver engrossado um pouco e chegado próximo do ponto diminua a velocidade para ter certeza de alcançar o ponto sem passar dele. 
Adicione os chocolates ralados e mexa delicadamente com uma colher para misturar tudo. 
Reserve.

Montagem:
No prato de servir disponha o primeiro disco de massa e sobre ele faça uma camada com o creme de chocolate. Não coloque recheio até a borda. Deixe uma beirada sem recheio para que ao colocar o próximo disco de massa o recheio chegue até a borda sem escorrer muito, um pouquinho é até charmoso. Mas tenha esse cuidado.
Coloque o segundo disco e sobre ele espalhe o creme de chantilly, Sobre o creme disponha os morangos e as cerejas bem arrumadinhas. Coloque as pontas dos morangos voltados para fora para aparecerem na camada. espalhe só mais um pouquinho de chantilly para fazer aderir a última camada de bolo.
Coloque a última camada de bolo. Pressione levemente e em seguida espalhe apenas no centro um pouquinho do creme de chocolate. Disponha as frutas como preferir, acrescente as folhinhas de hortelã e sobre tudo espalhe o chocolate ralado.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Torta de sorvete



Olá amigos!!!
Aqui em casa já entramos em clima de Natal!!! Amo essa época... e tenho certeza que não sou a única!!! As comidas, os preparativos e enfeites por todos os lados... sem falar nas luzes! Ah! As luzes de Natal, são um espetáculo a parte! Amo sair à noite e ver aquele monte de luzes por toda a parte... viro uma criança novamente! 
O melhor de tudo é que tenho uma criança muito querida para compartilhar tudo isso... essa época de Natal se torna ainda mais gostosa tendo crianças por perto, pois se encantam com todos os enfeites e luzes que encontram pelo caminho...
Aproveitando essa época em que se começam os preparativos, o blog vai apresentar várias receitas para a ceia de Natal ficar ainda mais especial. Hoje começamos com uma torta de sorvete muito fácil de fazer, pois utiliza o sorvete pronto. A única coisa que precisa ser feito é o recheio, mas não é nada complicado e pode ser feito com antecedência. Assim é uma coisa a menos para ter que se preocupar na véspera do Natal.


Na foto a torta de sorvete acabou não resistindo muito à sessão de fotos pois eu estava um "pouquinho ansiosa" para servir e tirar as fotos que desenformei e já saí decorando e tirando fotos. Mas não sejam ansiosos como eu e deem uma olhadinha nas observações no final da receita para que a sua torta resista por mais tempo.
Essa receita é muito boa e prática tanto para o natal quanto para qualquer outra época do ano!!! E o mais legal é que pode-se variar os ingredientes e ter sempre uma torta diferente. Na receita original o sorvete é de pistache, mas antes de sair torcendo o nariz já vou antecipando que pode-se utilizar outros sabores como creme, baunilha, nozes, chocolate, ou qualquer outro sabor que você preferir.
Bom vou seguir logo para a receita e deixar que cada um decida qual sabor prefere!!! 
Beijos e até a próxima!!!



TORTA DE SORVETE

Ingredientes:

1 pote de sorvete sabor pistache (ou outro de sua preferência)
100 g de pão-de-ló* ou panetone
1/2 vidro de cerejas em calda
5 metades de pêssego em calda
1 xícara de creme de leite fresco bem gelado (usei nata com um pouquinho de leite integral) 
1/2 xícara de xerez (ou outra bebida de sua preferência)
2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro

Preparo:

Retire o sorvete do congelador e deixe na geladeira por aproximadamente 20 minutos apenas para que amoleça e possa ser trabalhado. Enquanto isso, forre a forma que será utilizada para moldar a torta com filme plástico ou papel alumínio, tomando o cuidado de não deixar muitas marcas... assim o sorvete ficará mais bonito depois de desenformado. Deixe a forma preparado no congelador até o momento de colocar o sorvete.
Depois que o sorvete já estiver amolecido (não deixe que derreta, apenas amoleça) transfira-o para a forma preparada e molde o fundo e as laterais deixando o centro livre para o recheio. Leve rapidamente para o congelador até que esteja completamente firme.
Enquanto isso prepare o recheio. Pique as cerejas e as metades de pêssego e transfira-os para uma tigela. Corte o pão-de-ló em cubos e coloque junto com as frutas já picadas. Sobre todos esses ingredientes derrame o xerez e deixe macerar por 30 minutos. Depois desse tempo coloque os ingredientes em uma peneira para escorrer o excesso de líquidos. Enquanto os ingredientes descansam na peneira bata o creme de leite em ponto de chantilly, adicione o açúcar e misture bem. 
Misture os ingredientes que foram peneirados com o chantilly e recheie com essa mistura o sorvete que já foi moldado na forma. Alise bem para que fique reto e leve novamente ao congelador por no mínimo 4 horas. 
Para desenformar, tire o sorvete do congelador e envolva a forma com um pano molhado e torcido na água quente e vire-a sobre a travesa em que será servido.
A torta pode ser servida acompanhada de uma calda da sua preferência ou apenas com um pouco da calda da cereja que foi utilizada na receita.

Observações importantíssimas:
  1. O pão-de-ló deve ser denso. Um bolo muito fofinho não vai resistir quando macerado com a bebida. Se não tiver um pão-de-ló firme sugiro que utilize panetone cortado em cubos.
  2. Para que a torta de sorvete não derreta facilmente no momento de servir, desenforme a torta na travessa em que será servida pelo menos 1 hora antes de servir e leve ao congelador novamente. Prepare os ingredientes da decoração e deixe pra decorar no momento de servir.