quarta-feira, 1 de julho de 2015

Torta Tripla de Chocolate






Olá! 
Há alguns dias, quando me encontrei om umas amigas para um café, experimentei uma torta de três tipos de chocolate, denominada Torta Belga. Gostei da torta e pensei que seria simples reproduzi-la...
Não sei se a receita original é igual a minha versão. Mas depois de pensar um pouco “com os meus botões” a respeito dos ingredientes me pus a trabalhar... Para minha satisfação a torta fiou exatamente como eu imaginava que seria e foi aprovada pela minha “equipe de degustadores” altamente qualificada (meu marido e minha filha).
A receita é simples, mas com sabor e aparência sofisticada.... 
A única alteração (intencional) na torta foi a base, pois queria fazer uma base diferente, não queria uma base tradicional daquelas que utilizam bolachas trituradas... Ao invés das bolachas resolvi utilizar cereal matinal de chocolate... Gostei do resultado pois deixa a base mais arenosa e isso contrasta com a cremosidade da torta... Mas a escolha do tipo de base para essa torta deixo a critério de cada um...
Enfim, só quem fizer poderá dizer o que achou! Vou me despedindo e desejando um ótimo restante de semana! Beijos e até a próxima!



TORTA TRIPLA DE CHOCOLATE
(Rende uma torta - forma n° 20)

Ingredientes:

Base:
60 g de cereal matinal de chocolate (utilizei Nescau Cereal)
40 g de manteiga 
1 colher (sopa) de cacau em pó 

Recheio:
200 g chocolate branco (Laka ou Galak)
200 g de chocolate ao leite
200 g de chocolate amargo ou meio amargo
3 caixinhas de creme de leite
½ pacote de gelatina em pó sem sabor (6 g)

Preparo:

Para a base:
Triturar o cereal no processador ou no liquidificador juntamente om o cacau em pó. Transferir para uma tigela e adicionar a manteiga e misturar até formar uma farofa parecida com areia grossa de praia. 
Em uma forma de fundo falso coloque a farofa e pressione bem até formar a base da torta. Leve ao forno pré-aquecido (180 °C) e deixe assar por aproximadamente 15 -20 minutos, ou até que tenha aparência de assado. Tire do forno e deixe esfriar.

Para o recheio:
Hidrate a gelatina conforme a instrução da embalagem (com a metade da água, pois estamos utilizando ½ pacote de gelatina). Mas não aqueça ainda...
Pique cada tipo de chocolate separadamente. Em 3 tigelas que possam ir ao micro-ondas coloque cada tipo de chocolate e utilize uma caixinha de creme de leite para cada um dos chocolates. Misture o creme de leite e o chocolate e leve uma tigela por vez ao micro-ondas em potência média por 1 minuto. Retire do micro-ondas e mexa bem, repita o processo até que o chocolate esteja derretido. Faça esse processo para cada tipo de chocolate e mantenha-os aquecidos (para colocar a gelatina em seguida).
Depois que todos os chocolates estiverem derretidos e misturados homogeneamente ao creme de leite, leve a gelatina que já estava hidratada ao micro-ondas por metade do tempo indicado na embalagem. Retire e misture bem. Divida a gelatina igualmente entre as três tigelas de chocolates e misture bem cada uma para que não formem pedaços de gelatina não dissolvidos (por isso é importante que os cremes de chocolate estejam ainda quentes).
Forre com uma fita larga de acetato a lateral da forma e então coloque o creme de chocolate amargo sobre a base da torta e leve para a geladeira por 30 minutos. Depois desse tempo, retire da geladeira e sobre a primeira camada adicione o creme de chocolate ao leite e leve novamente para a geladeira por mais 30 minutos. Por último adicione a camada de chocolate branco, alise bem, se necessário dê leves batidas com a forma sobre a bancada para formar uma camada lisa. Leve à geladeira para firmar por no mínimo 4 horas.
Desenforme e decore com raspas de chocolate branco.

Observações importantes!!!

1) Deixe os cremes de chocolate cobertos com um pano fora da geladeira. Eles não devem ser levados à geladeira enquanto não tenham sido colocados na torta, pois fica mais fácil formar as camadas com os cremes em temperatura ambiente. 

2) Se não tiver acetato para forrar a lateral da forma, pode-se utilizar papel alumínio. Esse processo é importante para ajudar na hora de desenformar a torta. Como eu não tinha acetato utilizei o papel alumínio (na foto da pra ver como fica o acabamento).

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Bolo Nega Maluca


Olá!
Semana passada minha filha teve festa Junina na escola e teve que levar um bolo Nega Maluca. Fiquei super feliz que pela primeira vez caiu para mim fazer um bolo... geralmente me pedem paçoquinha e coisas do tipo que ao invés de me levarem para a cozinha me levam ao supermercado ou lojas de doces...
Enquanto preparava o bolo fiquei pensando que nunca postei no blog uma receita de Nega Maluca, apesar de ter postado diversas outras receitas de bolo... Mas o Bolo Nega Maluca é tradicional... Para mim, assim como o brigadeiro é um doce tradicional brasileiro, a Nega Maluca tem o mesmo peso nesse quesito... Em que casa brasileira esse bolo nunca esteve presente? 
Outro motivo que me levou a compartilhar essa receita foi o pedido de duas amigas muito queridas para as quais eu estava devendo a receita...
Antes de me despedir, só gostaria de comentar sobre a cobertura desse bolo: a receita da cobertura aprendi com minha cunhada, a Vanessa. Essa cobertura é perfeita para esse bolo mas também fica perfeita para cobrir um delicioso bolo de cenoura. Gosto dessa cobertura por ser cremosa, mas diferentemente de cobertura de brigadeiro ele não é grudenta e não despedaça todo bolo quando é cortado. Quanto ao sabor, não precisa de defesa... essa é a minha cobertura de chocolate preferida para bolos.
Agora já posso me despedir! Uma ótima semana (...de baixas temperaturas aqui no sul...) para todos e até a próxima!
   


BOLO NEGA MALUCA

Ingredientes:
4 ovos
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de chocolate em pó (50% cacau)
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 xícara (chá) de água fervente

Cobertura:
2 colheres (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de amido de milho

Preparo:
Pré-aqueça o forno em 180 °C. Unte e polvilhe farinha em uma forma para bolo.
Em uma tigela grande peneire a farinha e misture a ela o sal e o fermento. Reserve.
Bata no liquidificador os ovos, o óleo e o açúcar. Bata bem. Adicione o chocolate em pó e bata até estar completamente incorporado. Adicione a água fervente e bata novamente (comece batendo em velocidade baixa para evitar que a água quente seja jogada para fora e cause queimaduras). Depois que a água quente já estiver sendo incorporada a mistura, aumente a velocidade e bata bem.
Despeje a mistura do liquidificador sobre os secos e misture com um batedor de arame (fouet), porém misture sem bater muito, só o suficiente para incorporar todos os ingredientes (quanto menos bater a massa mais fofo será o bolo). Coloque a massa sobre a forma já preparada e leve assar por aproximadamente 40 a 45 minutos (o tempo vai depender do forno). Para saber se está pronto faça o teste do palito que deve sair limpo depois de ser introduzido no bolo.

Preparo cobertura:
Em uma panela, misture todos os ingredientes menos o amido de milho e 1/3 do leite. Leve ao fogo mexendo sempre e quando ferver adicione o amido de milho diluído no leite restante. Mexa constantemente até que a mistura vire um creme encorpado. Desligue o fogo e continue mexendo mais um pouco. Transfira a cobertura para uma tigela e deixe esfriar. Antes de cobrir o bolo, misture bem a cobertura com uma colher para que ela fique bem cremosa e homogênea e então cubra o bolo.

Obs: A cobertura no bolo da foto foi colocada ainda quente e por isso escorreu, mas se deixar esfriar e depois cobrir o bolo, a cobertura fica mais firme porém muito cremosa.


quinta-feira, 4 de junho de 2015

Penne ao molho de Moranga e Linguiça Blumenau



Olá! Hoje estou com o humor renovado graças ao sol dos últimos dias!!! Estava quase mofando!
Para celebrar uma semana ensolarada e deliciosa resolvi compartilhar essa receita que combina muito bem com esses dias, pois é "ensolarada" e deliciosa... 
Ensolarada devido à cor da Moranga Cabotiá, e também pelo calor derivado da linguiça Blumenau, que nessa receita tem uma presença marcante!  
Nessa receita o molho é a base de moranga... Um molho super saudável e também super diferente! Uma preparação muito simples e com poucos ingredientes, mas que combinam muito bem entre si! O que mais gosto é a doçura da moranga que dá uma amenizada na picância da linguiça... Quando falo na "doçura" da moranga não estou falando que essa receita é agridoce, a doçura da moranga é, na verdade, bem sutil, mas o suficiente para amenizar o sabor forte da linguiça.
Sei que faz pouco tempo que compartilhei uma receita com linguiça Blumenau, mas virei fã desse produto e, invariavelmente, ela vai acabar entrando em varias outras receitas!!! Como já falei na postagem do Risoto de linguiça Blumenau, se não encontrar essa linguiça, pode-se substituir por alguma outra linguiça colonial defumada.
Bom, vou ficando por aqui! Espero que vocês façam essa receita e que amem tanto quanto nós aqui em casa!
Beijos e até a próxima!



PENNE AO MOLHO DE MORANGA E LINGUIÇA BLUMENAU

Ingredientes:
1/4 de uma moranga cabotiá sem casca e sem sementes
1 cebola picada em cubos pequenos
2 dentes de alho amassados
salsinha e cebolinha bem picadas
sal

1 Linguiça Blumenau  sem pele, cortada no sentido longitudinal e depois em fatias finas
2 tomates italianos (sem sementes) cortados em cubos médios
2 colheres (sopa) de molho pesto (pode adicionar mais se necessário)
queijo parmesão ralado na hora

350 g de macarrão curto tipo penne (sempre utilizo massa de "grano duro")


Preparo:
1) Corte a moranga em cubos pequenos. Em uma panela refogue a cebola, o alho e a moranga. Tempere com um pouco de sal. Adicione um pouco de água quente e deixe cozinhar semi tampado, mexendo de vez em quando. Deixe cozinhar até que alguns pedaços de moranga comecem a desmanchar. Desligue o fogo e adicione a salsa e a cebolinha picadas. Mexa bem para incorporar tudo. (Nesse ponto a abóbora vai desmanchar formando um purê, não se preocupe se ficarem alguns pedacinhos inteiros, vai ficar ainda melhor). Tampe a panela e reserve.

2) Enquanto a moranga cozinha, leve uma frigideira ao fogo e deixe esquentar bem, adicione a linguiça e frite sem adicionar óleo. A linguiça possui bastante gordura que será liberada nesse processo. O ponto de fritura da linguiça é à gosto. Depois de frita, desligue o fogo e incline a frigideira para escorrer toda a gordura (que deve ser descartada).

3) Cozinhe a massa em água e sal conforme instruções do fabricante. Escorra, mas antes de escorrer toda a água separe uma xícara do líquido do cozimento da massa para adicionar ao molho se necessário.

4) Volte a massa para a panela e ligue o fogo baixo. Adicione colheradas do purê de moranga e um pouquinho da água do cozimento da massa. Misture bem, se necessário adicione mais purê ou mais um pouquinho da água do cozimento. Adicione a linguiça e o tomate e misture bem. Verifique o sal e corrija se necessário. Por fim, desligue o fogo e adicione o molho pesto. Misture novamente e sirva em seguida com queijo parmesão ralado. Delicie-se!!!!


OBS:
1) Se não tiver molho pesto, pode-se utilizar um bom punhado de manjericão picado.
Esta receita serve de 3 a 4 pessoas (dependendo do apetite!).

2) Se você quiser uma receita deliciosa de molho pesto é só clicar aqui! Pois já havia compartilhado essa receita em outro momento e é essa que sempre faço!