sábado, 16 de agosto de 2014

Manteiga de ervas


As vezes nós nos decepcionamos com algumas coisas em nossas vidas, com nossos fracassos, erros.... Porém nem todos os insucessos são definitivos.... Se olharmos bem, em muitas oportunidades aprendemos e crescemos com os nossos erros... Se soubermos avaliar bem, podemos tirar coisas boas em meio aos dissabores da vida... 
Vocês devem estar pensando: "Mas o que isso tem a ver com manteiga?!!". Na verdade nada, a não ser o fato de que essa manteiga de ervas é o resultado de uma "segunda olhada" em uma frustração relacionada
à uma tentativa fracassada de reproduzir uma receita televisiva...
Sabe aquelas receitas que você vê fazer na televisão e te deixa com água na boca? Que você não vê a hora de comprar os ingredientes e reproduzi-la?  Então, eu também tenho esse impulsos... e numa dessas tentativas em que eu acreditava piamente no sucesso da execução da receita, me frustrei feio. Fiquei tão decepcionada de não conseguir fazer algo que parecia tão simples... Porém a simplicidade não fazia parte desse prato...  Mas depois de muito lamentar e me indignar com a receita, com o apresentador, etc... percebi que a receita tinha sim ido por água abaixo, mas não toda... havia uma parte muito boa que poderia ser utilizada em muitas outras receitas e que renderia pratos muito saborosos... 
Essa é a história dessa manteiga. Tenho utilizados ela em diversos pratos... Gosto de utilizá-la para finalizar risotos e molhos de tomate, também para dar um toque especial em legumes refogados e em carne assada... Ela é muito versátil! Gosto também de utilizá-la para temperar as massas. Faço uma massa com tomate fresco e abobrinha italiana, sem molho, e no final uma colher de manteiga de ervas... queijo ralado e mais nada!!! Fica uma delícia!
Bom, a história foi longa mas a o preparo da manteiga é rapidíssimo!!! 
Um grande abraço a todos e até a próxima!!!!




MANTEIGA DE ERVAS

Ingredientes:
1 tablete de manteiga em temperatura ambiente (200g)
2 dentes grandes de alho
Ervas Frescas: hortelã, manjericão, tomilho e salsa
sal e pimenta do reino a gosto
suco de 1 limão (opcional)

Preparo:
Depois de higienizadas as ervas devem ser escorridas e secas em papel absorvente. Pique as ervas e os dentes de alho. Leve ao processador as ervas, o alho e a manteiga. Processe tudo muito bem. Tempere com o sal, a pimenta e o suco de limão. Depois de tudo em misturado, transfira para um recipiente que tenha tampa e leve à geladeira. 

Observações importantes: 
* Você deve se perguntar para quê picar as ervas se depois elas irão ao processador? Se você colocá-las sem picar o que vai acontecer é que os pedaços das ervas ficarão muito grandes e alguns nem vão ser picados. Por isso é importante colocar as ervas já picadas. O mesmo vale para o alho.

* Se você quiser conservar por mais tempo guarde a manteiga no congelador...

* Preste atenção na hortelã, pois há um tipo que não dá sabor nenhum, pelo contrário deixa um gosto estranho na manteiga. Então quando for comprar a hortelã, experimente uma folhinha e verifique se é saboroso e aromático, só então utilize a erva no preparo da manteiga.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Delicada torta de maçã


Olá amigos!!!
Já faz bastante tempo que não apareço por aqui, mas tenho bons motivos para isso e muito em breve espero compartilhar dessas novidades...
Hoje o assunto é torta!!! Torta de maçã, mas de um jeito que eu nunca havia feito. O nome já diz tudo, é uma torta com textura e sabor muito delicados. Diferente e muito saborosa.
Vamos lá, mão na massa que é época de maçã!!!
Beijos a todos e um ótimo restinho de semana....


DELICADA TORTA DE MAÇÃ

Ingredientes:
Massa:
3/4 de um pacote de bolacha maria de chocolate
150 g de manteiga

Recheio:
15 maçãs gala descascadas
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Cobertura:
1 lata de leite condensado 
1 caixinha de creme de leite

Preparo:
Massa: Triture bem os biscoitos formando uma farofa (Fiz isso no processador). Adicione a manteiga até formar uma farofa e molde a massa em uma assadeira de fundo removível. Fure o fundo da massa com um garfo e leve ao forno pré-aquecido (180°C) por aproximadamente 10-15 minutos. Retire do forno e deixe esfriar.
Recheio: Rale as maçãs no ralo grosso (fiz isso no processador de alimentos). Depois que toda a maçã estiver ralada, transfira para uma panela e adicione o açúcar. Leve ao fogo e cozinhe por aproximadamente 15 minutos ou até que perceba que a maçã esteja cozida. Durante esse processo de cozimento é conveniente mexer delicadamente a massa de tempo em tempo. Quando as maçãs já estiverem cozidas, retire do fogo, adicione a canela, mexa bem e deixe esfriar. 
Na receita não constava esse passo, mas achei que era importante: Coloque as maçãs depois de cozidas em uma peneira grande para escorrer o caldo. Deixe um pouco até que não escorra mais nada e então use as maças cozidas como recheio da torta.
Coloque o recheio de maçãs dentro da base de torta feita anteriormente. Em seguida cubra a torta com a cobertura já fria. Leve à geladeira por pelo menos 3 horas e sirva a seguir.
Cobertura: Leve o leite condensado ao fogo médio, mexendo sempre até chegar ao ponto de brigadeiro firme. Em seguida adicione o creme de leite e mexa até que esteja bem incorporado. Deixe esfriar e utilize para cobrir a torta.

Observações:
* A torta pode ser decorada com canela em pó salpicada sobre a cobertura. Essa decoração é opcional.
*Na receita que está na foto, utilizei creme de leite de lata sem soro para fazer a cobertura, mas achei que o sabor ficou muito marcante e sobressai sobre o recheio, por isso que na receita indiquei a utilização do creme de leite de caixinha, pois dará um equilíbrio maior nos sabores.
* Essa receita foi adaptada de: http://mdemulher.abril.com.br/culinaria/receitas/receita-de-torta-maca-maravilhosa-646213.shtml . O nome da torta eu alterei devido às modificações de alguns ingredientes.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Chá de maçã, canela e anis




Olá!
Um dia de chuva pede um aconchego, não é? Quando se fala em aconchego o que vem a mente é chocolate, bolo, brigadeiro, entre outras gordices deliciosas.... Porém, hoje o que eu proponho é algo mais delicado, mas não menos acolhedor... Que tal fazer você mesmo um chazinho natural de maçã, canela e anis estrelado? Sem ser chá de saquinho ou aqueles cheios de sabor artificial?
Tanto para ser tomado à tarde acompanhando um bolinho fresquinho, como também à noite só para relaxar e se preparar para dormir... Amo tomar um chazinho no final da noite assistindo algum programa legal na TV!
Bom, então mãos a obra!!!  É muito simples e não precisa de quase nada de ingredientes!!!
Fico por aqui desejando um dia delicioso e aconchegante para todos!!!


CHÁ DE MAÇÃ, CANELA E ANIS ESTRELADO

Ingredientes:
1 maçã lavada e picada em cubos grandes
3 colheres sopa (rasa) de açúcar
1 anis estrelado
1 pitada de canela em pó (+/- 1/2 colher de café rasa)
1 litro de água quente

Preparo:
Em uma panela coloque o açúcar e leve ao fogo baixo. Deixe o açúcar derreter até formar um caramelo claro (cuidado para não deixar ficar escuro para que não fique com gosto amargo). Adicione as maçãs picadas e mexa um pouco.  Tire do fogo e adicione a água quente lentamente (cuidado com o vapor que sobe), a canela e o anis estrelado. Volte ao fogo médio e deixe ferver por alguns minutos (até que as maçãs amoleçam um pouquinho). Desligue o fogo e tampe a panela. Deixe descansar por 15 minutos (para que a maçã solte bem o sabor). Sirva em seguida.

OBS: Se não tiver anis estrelado pode ser feito apenas com canela, ou pode-se adicionar um cravo-da -índia. Não coloque muito das especiarias para que o sabor da maçã tenha destaque.